Gestão de riscos na prática, com apoio do NetProject

Neste artigo você irá aprender a usar boas práticas para a completa Gestão de Riscos de seu projeto. Vamos usar uma abordagem prática, com o software PPM NetProject, para proceder com a identificação, análise qualitativa, plano de respostas e acompanhamento de riscos. Aproveite!

Preparando o projeto

O NetProject permite a gestão integrada de um portfólio de projetos, assim necessitamos destacar o projeto do portfólio que será utilizado no módulo de riscos. Usamos o conceito de projeto em análise no momento para esta finalidade. Caso o projeto já tenha sido criado e você tenha acesso ao mesmo, basta utilizar o combobox de busca rápida para selecionar o projeto, digitando parte do nome do projeto.

Caso o projeto ainda não exista, utilize o menu Portfólio->Novo Projeto, para criar um novo projeto.

Em seguida, configure a equipe que irá participar do projeto, pelo menu RH->Equipe do projeto. Lembre-se que os recursos selecionados poderão ter acesso completo ao seu projeto, dependendo das configurações realizadas pelo escritório de projetos.

Usando o Canvas de Projeto para identificar riscos

Você poderá começar a identificação dos riscos do projeto pela interface Comunicação->Canvas do Projeto. Toda a equipe pode trabalhar simultaneamente nesta tela. Aproveite o trabalho remoto e faça a identificação de riscos de forma colaborativa.


Identificando riscos pelo Módulo de Riscos

Pelo menu Riscos->Identificação de Riscos, você poderá adicionar novos riscos. Determine se é um risco negativo ou positivo, pela opção qualificação. Escolha o dono do risco, ou o responsável pelo risco, dentro de sua equipe. Aproveite para fazer uma busca na base histórica de riscos, para aproveitar informações de projetos anteriores.

Também é possível categorizar o risco, selecionando uma das opções previamente organizadas pelo Escritório de Projetos, durante a etapa da elaboração da Estrutura Analítica de Riscos.

Ah, você também pode acompanhar o resultado esta categorização aplicada aos riscos de seu projeto em formato gráfico, pelo menu Riscos->EAR


Como fazer a Análise Qualitativa de Riscos

A Análise Qualitativa que você priorize os riscos. Acesse Riscos->Análise Qualitativa e edite cada um dos riscos do projeto, alterando a probabilidade e o impacto. O NetProject irá calcular o peso dos riscos de acordo com os parâmetros definidos pelo Escritório de Projetos.

Acompanhe a distribuição dos riscos positivos e negativos de seu projeto nas matrizes deste módulo.


Como estabelecer o Plano de Resposta a Riscos

Pelo menu Riscos->Plano de Resposta você poderá definir a estratégia para os riscos que foram priorizados na etapa anterior. Escolha dentre as seguintes opções para riscos negativos: eliminar, transferir, mitigar, aceitar ativamente e aceitar passivamente. Para riscos positivos: explorer, melhorar, compartilhar e aceitar. Não se esqueça de informar o gatilho pra o risco, ou seja, o indicativo que o risco aconteceu ou está prestes a acontecer.

Também informe a Contingência, obrigatória quando a estratégia escolhida é a aceitar ativamente.


Como acompanhar os riscos sob sua responsabilidade

Quando você é definido como o dono ou responsável por um risco, deverá acompanhar o risco durante toda a vigência do projeto ou até que o risco seja eliminado/fechado. Use seu painel de controle, clicando sobre os dados do seu perfil no canto superior direito e selecionando Painel de Controle.

Esperamos que tenha gostado deste breve tutorial de como trabalhar riscos no NetProject. Você também pode gostar destes artigos:

  1. A verdade nua e crua, sobre gestão de riscos de projeto no Brasil.
  2. 5 etapas para calcular e sanar os riscos em um projeto.
  3. Quer ser um expert em Gerenciamento de Riscos?

Sobre Hayala Curto

Sobre o Colunista: Hayala Curto, CEO da NetProject. Mestre em Informática e graduado em Ciência da Computação pela PUC-MG. MBA em Gerência de Projetos e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
Tem mais de 20 anos de experiência profissional, coordenando projetos de TI e implantando Escritórios de Projetos em clientes de diversos portes e segmentos. Participou da abertura de 3 empresas. A primeira faliu, a segunda foi vendida e atualmente trabalha como CEO na terceira.
É certificado PMP desde 2005, PMI-SP e PMI-RMP, pelo PMI. Também é certificado IPMA-C, Prince2 e CSM. Apaixonado por Gerenciamento de Projetos, atua como docente na área, em cursos de pós-graduação/MBA, desde 2009.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.