O que é um projeto ágil?

Você deve estar acompanhando a movimentação atual de empresas com o objetivo de trabalhar projetos de forma ágil, certo? Leia este arquivo até o final, para entender, de uma vez por todas, o que é um projeto ágil.

Primeiro, o que é um Projeto?

Uma definição formal, para começar a discussão:

Projeto é um empreendimento temporário, que utiliza recursos materiais e humanos para entregar um produto ou resultado único, com aspectos evolutivos.

Confuso? Vamos por partes.

Empreendimento temporário: Não existe projeto infinito, em algum momento o esforço realizado deve se concretizar em uma entrega para satisfazer as necessidades das partes interessadas ou envolvidas no projeto.

Utilizando recursos materiais e humanos: Projetos não surgem do nada, precisam de uma boa dose de investimento de insumos/recursos, de esforço humano ou de ambos.

Produto ou resultado único: Para facilitar este conceito, pense que não é possível automatizar 100% de um projeto. Caso uma empreitada seja passível desta automatização, ela deixa de ser projeto e se transforma em uma operação. Ou seja, os produtos ou resultados do esforço aplicado no projeto sempre entregam um produto diferente. Ah, mesmo que sejam dois prédios idênticos, em localizações diferentes ou duas implantações de um software de Gestão Empresarial em empresas diferentes. O prédio pode ter a mesma planta e utilizar a mesma equipe de construção, o software pode ter o mesmo código e utilizar a mesma equipe de implantação.

Aspectos evolutivos: Ou elaboração progressiva. No começo do projeto, sabemos pouco sobre o mesmo. A medida que avançamos no planejamento e na execução, muitos aspectos do projeto vão ficando mais claros. Tal situação facilita planejamentos mais refinados e aumenta o nível de entendimento sobre o projeto.

Exemplos de Projetos

  • Implantar de um Software de Gestão Empresarial
  • Construir de uma casa
  • Viajar para a Europa
  • Cursar a graduação
  • Desenvolver um Aplicativo para IoS
  • Elaborar uma campanha de marketing
  • Lançar-se como candidato a vereador
  • Construir uma nova linha do Metro

OK, e o Ágil?

Não existe um Projeto Ágil!

O que fazemos é aplicar práticas ágeis de gestão em projetos de qualquer natureza. Ou melhor, temos uma característica de projetos que precisamos considerar, ao adotar práticas ágeis.

Lembra-se dos aspectos evolutivos, citados anteriormente? Quando temos muitas incertezas iniciais e existe grande possibilidade de mudanças, podemos assumir como um cenário ideal para aplicar práticas ágeis.

Scrum, Sprints, Quadro Kanban, Squads, Planning Power são algumas práticas interessantes.

Scrum é um framework para utilizado na gestão de projetos e desenvolvimento ágil de software. Os projetos devem ter um principio, meio e fim, também deve estar focado em gerar valor através de entregas continuas de software funcionando. As entregas normalmente são realizadas em ciclos com time box definido, esses ciclos são chamados de Sprint.

Sprint Scrum é o nome de um ciclo de desenvolvimento do Scrum. Os Sprints podem ter a duração de 2 a 4 semanas, sendo esse o time box do Ciclo. Todos os Sprints de um projeto devem ter a mesma duração

Quadro Kanban é uma ferramenta visual que serve como um dispositivo sinalizador que autoriza e dá instruções para a movimentação de entregas ou atividades em uma linha de produção. Considere a linha como uma sequencia de etapas: A fazer, Fazendo, Feito.

Squad é um modelo organizacional que consiste em dividir a equipe da empresa em pequenos times multidisciplinares. Cada Squad fica responsável por todos os aspectos de um determinado projeto, produto ou feature, e tem autonomia para tomar decisões e definir prioridades, contanto que estejam alinhados aos objetivos macro da empresa.

Planning Poker é uma técnica baseada no consenso para estimar, é um jogo e ao mesmo tempo um exercício. Através dessa técnica podemos estimar o esforço necessário para determinada quantidade de trabalho, tendo como base informações recolhidas do cliente, normalmente sendo, através de estórias de usuário.

Escopo Fixo X Tempo Fixo

Esta é a principal diferença entre projetos ágeis e projetos tradicionais.

O processo tradicional de gestão, que passa pela elaboração de um escopo, de uma estrutura em árvore das entregas do projeto, a EAP, e culmina com a elaboração de um cronograma, depende de um escopo fixo ou com poucas mudanças.

O processo ágil trata como fixo apenas o tempo, limitando os sprints em 2 ou 4 semanas, conforme explicado previamente. Dentro destes sprints, o gerente e a equipe devem executar um esforço definido nas rodadas de planejamento.

Sobre Hayala Curto

Sobre o Colunista: Hayala Curto, CEO da NetProject. Mestre em Informática e graduado em Ciência da Computação pela PUC-MG. MBA em Gerência de Projetos e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
Tem mais de 20 anos de experiência profissional, coordenando projetos de TI e implantando Escritórios de Projetos em clientes de diversos portes e segmentos. Participou da abertura de 3 empresas. A primeira faliu, a segunda foi vendida e atualmente trabalha como CEO na terceira.
É certificado PMP desde 2005, PMI-SP e PMI-RMP, pelo PMI. Também é certificado IPMA-C, Prince2 e CSM. Apaixonado por Gerenciamento de Projetos, atua como docente na área, em cursos de pós-graduação/MBA, desde 2009.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.