O que você precisa saber sobre a análise de valor agregado

Desenvolver um planejamento adequado e bem elaborado é fundamental para que o gerenciamento de um projeto aconteça de forma eficiente, e um poderoso recurso para dar maior confiabilidade no projeto é a analise de valor agregado.

Apesar da metodologia ser cheia de acrônimos como: C, VA, TPI, EV e semelhantes, ela não é complicada e você não terá dificuldade em implementá-la em seu projeto.  Além disso, com a análise de valor agregado você poderá responder perguntas importantes, como: “Quanto já gastamos com o projeto?”, “O tempo planejado será suficiente?”, entre outras perguntas.

Mas, o que você realmente precisa saber sobre o valor agregado nesse momento?

Desvendando o valor agregado

O valor agregado nada mais é do que uma analise avançada de seu projeto quando ele ainda está em desenvolvimento, e se você utiliza um software para gerir seus projetos, facilmente poderá gerar os relatórios de valor agregado, mas o que você precisa realmente saber, é: como decifrá-lo e isso nós iremos te ajudar.

Mas se você não tem um software também poderá utilizar essa metodologia, continue lendo e você vai perceber que até mesmo com uma planilha no excel é possível controlar esses dados.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO PARA DESCOBRIR COMO GERAR O RELATÓRIO DE VALOR AGREGADO USANDO O NETPROJECT.

O primeiro passo é entender três valores-chaves que você precisa conhecer para analise o valor agregado:

1º Valor planejado (PV) ou COTA (custo orçado do trabalho agendado).

Esse é o custo da linha de base de uma tarefa estimada no início do projeto. Quando se planeja um orçamento para um projeto é necessário colocar nele todos os gastos previstos para chegar ao resultado final da ação, e com a análise de PV você poderá relacionar o custo previsto com o andamento do projeto, mas com esse valor, não há como saber até que ponto o projeto está caminhando dentro do planejamento.

2º Custo Real (AC)  ou acrônimo CR.

Depois de ter associado o tempo do projeto com o custo planejado, com o CR você calculará o que foi efetivamente gasto até o momento da análise.  Por exemplo, se uma tarefa tinha custo diário previsto de 25% por dia e não ultrapassou o valor estimado, mas gastou 5 dias e não 4 como era planejado, o PV 100% mas o AC foi de 125%.

Mas mesmo diante do custo real do projeto, não é possível saber se ele está ou não dando certo, apenas com o Valor Agregado é possível calcular o resultado real do projeto.

3º Valor Agregado (EV)  ou acrônimo VA

Com o valor agregado é possível fazer uma comparação entre o valor do trabalho realizado até a data do status de acordo com a moeda.

Vamos a um exemplo pra que você possa entender melhor: Considere que depois de 3 dias, que representam 70% de um trabalho a estimativa é que você tenha gasto 60% da verba prevista para o projeto que era de R$ 70,00 e nesse momento você já gastou R$80,00 que representa 80% da verba do projeto, por isso, nesse momento é possível dizer com firmeza de seu orçamento está estourado. =/

Dicas:

  1. Será rápido

Quando antes você tomar conhecimento sobre as discrepâncias em seus custos reais, mais fácil será colocar o projeto nos trilhos e remediar o problema.

  1. Coloque a mão na massa

Se você já sabe onde está o problema, tome atitudes para resolvê-lo. Se está gastando mais do que devia por lentidão no trabalho, acelere o processo. Se está tendo mais custos com fornecedores do que o previsto, escolha outros melhores, e assim por diante.

  1. Seja eficiente

Procure fórmulas, ferramentas e metodologias para produzir mais em menos tempo.

  1. Faça relatórios sempre

A análise de valor agregado só tem funcionalidade se ainda há tempo para reverter maus resultados, então refaça periodicamente esse relatório.

Agora que você já conhece os 5 diagnósticos obrigatórios para avaliar a saúde de seu projeto, então está pronto para avançar e tornar-se ainda mais eficiente. Por isso, queremos te apresentar o NetProject, o nosso software de gestão de projetos que traz uma metodologia completa e sofisticada de forma simples e funcional para você ser eficiente em todas as suas ações.

Não perca mais tempo, entre em contato conosco e potencialize os resultados de sua empresa com uma gestão de projetos eficiente através do Netproject.

Sobre admin

Sobre o Colunista: Hayala Curto, CEO da Seed e idealizador do software NetProject. Principal acionista da empresa, Hayala é Mestre em Informática e graduado em Ciência da Computação pela PUC-MG. MBA em Gerência de Projetos e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
Tem mais de 15 anos de experiência profissional, coordenando projetos de TI e implantando Escritórios de Projetos em clientes de diversos portes e segmentos. Participou da abertura de 3 empresas. A primeira faliu, a segunda foi vendida e atualmente trabalha como CEO na terceira.
É certificado PMP desde 2005, PMI-SP e PMI-RMP, pelo PMI. Também é certificado IPMA-C, Prince2 e CSM. Apaixonado por Gerenciamento de Projetos, atua como docente na área, em cursos de pós-graduação/MBA, desde 2009. Atualmente é Coordenador de Cursos de Graduação da Faculdade COTEMIG.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.