Atingindo os objetivos em gerenciamento de projetos: Case NetProject SGS

Muitas empresas já entenderam os benefícios de se gerenciar projetos de forma adequada, com uma boa metodologia e com atenção aos processos mais importantes. Não à toa, a certificação PMP é hoje uma das mais valorizadas do mercado. Quando chega a hora de implantar uma metodologia e de definir os processos de gerenciamento de projetos, entretanto, começam a surgir algumas dificuldades.

Muitas empresas não contam com o expertise e o conhecimento necessários para levar adiante a cultura da gestão de projetos; outras estão tão envolvidas em aspectos operacionais que não conseguem se dedicar, de fato, a seus projetos. Mas a grande realidade é que, para muitas delas, a falta de ferramentas adequadas faz com que gerenciar projetos se torne uma tarefa mais complicada do que simplesmente “ir tocando”.

Foi o que descobriu a SGS Soluções, ao adotar a ferramenta NetProject, solução Web para gerenciamento de projetos. Antes da implantação, a SGS atuava apenas em alguns processos de gerenciamento de tempo e recursos. Após a bem-sucedida adoção da ferramenta, a SGS passou a controlar 19 processos nas dez áreas de conhecimento preconizados no Guia PMBOK (Project Management Body of Knowledge, ou Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos) do Project Management Instituto (PMI).

Amadurecendo a cultura em gerenciamento de projetos

No início, a adoção do NetProject representou uma série de desafios para a SGS, mas a consultoria presencial permitiu que a implantação não só fosse bem sucedida, mas que a cultura em gerenciamento de projetos se tornasse inerente às atividades. Hoje, a SGS conta com um PMO (Project Management Office, ou escritório de projetos) que exerce um papel bastante consultivo, auxiliando os consultores a manter os cronogramas em dia e a configurar os projetos na ferramenta.

“O fato de ser uma ferramenta Web e concentrar os dados em um só lugar representa a principal vantagem de se utilizar o NetProject”, afirma Samuel Gondim, CEO da SGS. “Considero que a ferramenta se paga”, acrescenta ele.

Antes de implantar o NetProject, Samuel considerou a adoção do Project Server, mas devido ao grande foco da ferramenta no gerenciamento do tempo e de recursos, avalia que muitos controles hoje feitos na solução Web teriam que ser feitos separadamente em Word e Excel. Por esse motivo, o NetProject representa uma solução não só economicamente mais viável, mas também mais abrangente e eficaz.

Atingindo os objetivos

Ao tomar a decisão de implantar o NetProject, o principal objetivo da SGS era reduzir falhas, retrabalho e custos, além de aumentar a quantidade de informação disponível em tempo real. De fato, com a adoção da solução, a empresa passou a contar com uma maior visão sobre alocação, avanços, atrasos, e uma maior informação ao consultor no início do projeto. Com mais informações sobre os projetos, a empresa passou a ser mais assertiva na cobrança e também passou a gerenciar melhor os pontos fracos.

De forma geral, Gondim considera que os objetivos foram atingidos, e não percebe aspectos estruturais da ferramenta que sejam deficientes. “Seria perfeito se conseguíssemos mais PDFs personalizados com o timbrado”, avalia ele, quando questionado sobre em que a ferramenta poderia melhorar.

E como sua empresa poderia se beneficiar de uma solução como a NetProject? Entre em contato conosco hoje mesmo e veja como tornar mais eficaz o gerenciamento de projetos de sua empresa!

Sobre admin

Sobre o Colunista: Hayala Curto, CEO da Seed e idealizador do software NetProject. Principal acionista da empresa, Hayala é Mestre em Informática e graduado em Ciência da Computação pela PUC-MG. MBA em Gerência de Projetos e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
Tem mais de 15 anos de experiência profissional, coordenando projetos de TI e implantando Escritórios de Projetos em clientes de diversos portes e segmentos. Participou da abertura de 3 empresas. A primeira faliu, a segunda foi vendida e atualmente trabalha como CEO na terceira.
É certificado PMP desde 2005, PMI-SP e PMI-RMP, pelo PMI. Também é certificado IPMA-C, Prince2 e CSM. Apaixonado por Gerenciamento de Projetos, atua como docente na área, em cursos de pós-graduação/MBA, desde 2009. Atualmente é Coordenador de Cursos de Graduação da Faculdade COTEMIG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *