7 dicas valiosas para se tornar um Gerente de Projetos

Gerenciar projetos de longe é uma tarefa simples. Do planejamento a execução, é sempre um desafio para qualquer profissional. Por isso é preciso se preparar bem para não largar um projeto no meio do caminho ou concluí-lo de maneira insatisfatória.

A realidade de um projeto está sempre suscetível às tensões de prazo, qualidade e custos e, além disso, existem diferentes níveis de necessidades e interesses. O gerente de projetos é aquela pessoa que tem a responsabilidade de pensar. Ele vai planejar e ter o controle de todo o andamento dos projetos da instituição em diversas áreas de atuação.

Agentes de mudanças

Os gerentes de projetos são considerados como agentes de mudanças, pessoas que têm habilidades e conhecimentos para estabelecer os objetivos de um projeto. Além disso, conseguem inspirar um sentimento de propósito compartilhado dentro da equipe. Saber trabalhar sob pressão, ser proativo para mudanças e entender da complexidade e dinamicidade dos ambientes corporativos fazem parte da rotina desse profissional.

Apenas um terço dos projetos importantes de uma organização produz os resultados esperados. O restante, infelizmente, perde os seus objetivos estratégicos, criando um enorme custo financeiro. Esse é um dado alarmante, não é mesmo? Por isso, listamos sete dicas valiosas para se tornar um bom Gerente de Projetos. Preparado?

1) Seja organizado e saiba se comunicar

Não é raro termos vários projetos ao mesmo tempo. Se a organização deixar a desejar, o gestor enfrentará problemas sérios. Mesmo que você não seja a pessoa mais organizada do mundo, é possível desenvolver essa habilidade facilmente.

A comunicação é um problema em grande parte dos projetos. Para evitar ruídos, é necessário criar um processo aberto e transparente, sempre voltado à troca de ideias e opiniões. Gestores que buscam melhorar a produtividade de seus projetos precisam focar em uma comunicação clara, objetiva e concisa entre sua equipe.

2) Habilidade com processos

Você entende todo o ciclo de processos do seu trabalho? Além de conhecer, o gestor precisa ter habilidades para lidar com todos eles. Os processos se relacionam com a descrição, a organização e a conclusão do trabalho do projeto. Por isso, são tão importantes. Além disso, eles são universais a todos os projetos, pois controlam o ciclo de vida do gerenciamento de projetos.

3) Visão Ampla (Big Picture)

O gestor de projetos precisa ser uma pessoa que enxerga além, ou seja, ter a capacidade de prever, a partir dos conhecimentos em gestão de projetos, algo que possa acontecer, a partir de um contexto, considerando o antes e o depois.

Essa habilidade impacta diretamente na produtividade dos funcionários e na tomada de decisões. Já que ao visualizar o andamento das operações como um todo, as equipes conseguem trabalhar de forma mais organizada, focando no que é realmente importante.

4) Facilidade de aprendizado

Aprender com rapidez e conseguir colocar em prática o aprendizado são muito importantes para o gestor de projetos. Já que vivemos um momento de grandes e constantes mudanças. Ao aprender, o gestor consegue encontrar respostas para problemas com mais facilidade e traçar estratégias para alcançar as metas e bons resultados em projetos.

5) Saiba negociar

Saber negociar é uma habilidade importantíssima para o empreendedor. O talento natural para esse tipo de atividade conta muito, mas aprender e aperfeiçoar nunca são demais. Ninguém se torna um especialista em negociações complexas da noite para o dia, todavia a prática leva a níveis surpreendentes.

6) Não pratique  a microgerência

O micro gerenciamento é uma das práticas gerenciais mais causadoras de desmotivação, stresse e inibidora da criatividade. Esse tipo de gerente exerce um controle excessivo sobre o trabalho da equipe.

7) Paixão pelo que faz

O trabalho ocupa grande parte da nossa vida e é nele que dedicamos boa parte da atenção, energia e ideias. Por isso é importante ter paixão pelo que faz. É esse sentimento profundo que impulsiona a definir objetivos desafiadores e a usar a criatividade para atingi-los.

Por isso, apaixone-se todos os dias pelo que você faz. Olhe para seus objetivos e não para os problemas. Somente assim, diminuirá o caminho entre o sonho e a realidade de se fazer plenamente tudo aquilo que deseja.

Conclusão

Se fosse fácil ter paciência e insistir quando necessário, a profissão não seria tão valorizada. O gestor precisa ser persistente e não pode desistir frente às dificuldades que aparecerem. Ser um líder não é ser um chefe.

Claro que é muito mais fácil agir como chefe, mas um gestor de projetos precisa trabalhar no seu perfil e buscar a liderança constantemente. Só um líder consegue se transformar em um agente de mudança, engajamento e inspiração para o time.

Ser um gestor líder exige que o profissional reconheça os membros da equipe por todas as suas habilidades e perfis, encaixando-os nos projetos mais adequados, de acordo com suas competências individuais.

Conheça o Netproject, surpreenda-se!

Sobre admin

Sobre o Colunista: Hayala Curto, CEO da Seed e idealizador do software NetProject. Principal acionista da empresa, Hayala é Mestre em Informática e graduado em Ciência da Computação pela PUC-MG. MBA em Gerência de Projetos e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
Tem mais de 15 anos de experiência profissional, coordenando projetos de TI e implantando Escritórios de Projetos em clientes de diversos portes e segmentos. Participou da abertura de 3 empresas. A primeira faliu, a segunda foi vendida e atualmente trabalha como CEO na terceira.
É certificado PMP desde 2005, PMI-SP e PMI-RMP, pelo PMI. Também é certificado IPMA-C, Prince2 e CSM. Apaixonado por Gerenciamento de Projetos, atua como docente na área, em cursos de pós-graduação/MBA, desde 2009.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.